Como criar assuntos de e-mail marketing que as pessoas queiram clicar?

foto de um aplicativo com notificações representando os assuntos de e-mail marketing

Confira algumas dicas para criar assuntos de e-mail marketing impossíveis de ignorar!

As caixas de entrada lotadas são uma realidade entre a maioria dos profissionais. Todos os dias somos bombardeados com dezenas de mensagens por e-mail, todas competindo pelo destinatário. 

Porém, a maioria das pessoas não abre um por um para ver qual realmente vale sua atenção (por mais que o corpo do e-mail possa conter informações valiosas). São necessários apenas alguns segundos para avaliar quais temas são realmente importantes o que é observado no campo de assunto.

Por meio de uma descrição curta e rápida, o remetente tem o poder de receber o clique ou não. Essa é uma chance única de se conectar com o leitor e por isso é tão importante que essa chamada seja convincente o suficiente.

Nessa matéria, apresentamos algumas dicas que podem auxiliá-lo na criação de assuntos de e-mail marketing poderosos que vão levar as taxas de abertura nas alturas. Confira abaixo!

Dicas para criar assuntos de e-mail marketing poderosos

Apesar de não receber sua devida importância, o assunto é elemento fundamental em qualquer e-mail marketing. Se a pessoa não se interessar pelo assunto, qual a chance dela abrir? Você não pode se dar ao luxo de perder tempo (e até mesmo dinheiro) para escrever e enviar uma mensagem que sua audiência nem mesmo chegue a visualizar.

Segundo a RD Station, plataforma de automação de marketing, “o assunto dos e-mails é tão importante quanto o conteúdo que nele está contido. Ele não gera somente aberturas, mas corresponde por toda experiência seguinte do usuário”.

Por isso, agora que você conheceu a importância desse campo, confira as dicas para transformar e-mails marketing comuns em verdadeiras mensagens clicáveis com os assuntos!

Seja breve

Grande parte dos provedores de e-mail exibem apenas os primeiros 55 caracteres do assunto quando visualizados no computador. Já nos smartphones esse número é reduzido para o limite de 47 caracteres.

Para não ter seu texto cortado, é muito importante manter assuntos de e-mail curtos e sucintos. Corte ao máximo, deixando apenas aquilo que é realmente necessário e atrativo, buscando se manter na casa dos 47 caracteres.

Ofereça uma oferta

A maioria das pessoas adora receber algo novo, principalmente quando é de graça ou, pelo menos, com desconto. Então por que não incluir esse incentivo logo de cara no assunto do seu e-mail marketing?

O leitor ficará muito mais propício a abrir a mensagem se houver uma oferta legítima mencionadas diretamente na caixa de entrada. Entretanto evite palavras como “grátis”, “promoção”, “crédito”, “oferta” entre outras que possam fazer o seu e-mail cair na caixa de spam.

Explore a curiosidade

Alguns e-mails funcionam bem indo direto ao ponto, enquanto outros preservam o ar de mistério. Se isso conseguir despertar a curiosidade do destinatário, melhor ainda. Fazer com que o leitor abra o e-mail para obter mais informações aumenta significativamente as taxas de abertura.

Vale lembrar que esse tipo de assunto, por mais curioso que seja, precisa estar alinhado com a linguagem da empresa. Se fizer de forma muito obscura e enigmática, pode acabar parecendo mais como um spam.

Crie senso de urgência

Criar um senso de urgência leva as pessoas a agirem e você provavelmente já fez o mesmo ao se deparar com mensagens do tipo “clique agora”, “última chance” ou “apenas hoje”. Quando usado de forma criativa e estratégica no assunto do e-mail, o senso de urgência ajuda a fazer com que o leitor de fato clique.

Isso porque as pessoas reagem rapidamente quando sentem que vão perder algo. Porém, use essas linhas de assunto com moderação e tente limitá-las a ocasiões que realmente exijam uma ação imediata.

Use um remetente humanizado

Não é apenas o assunto que faz com que as pessoas cliquem ou deixem de clicar em um e-mail marketing. O remetente também tem um papel fundamental nesse momento. Qual deles você se sente mais confortável em clicar: um e-mail com o remetente “Empresa X” ou “Olívia da Empresa X”?

A melhor impressão que você pode causar aos seus clientes é que eles estão trabalhando com uma pessoa e não com a organização como um todo. Por isso, opte sempre por incluir um nome, seja ele o seu próprio ou até mesmo de uma persona criada para o atendimento dos seus clientes

Personalize

Outra forma de conquistar os seus leitores por meio dos assuntos do e-mail é personalizando com informações do próprio lead. Adotar uma abordagem personalizada, com alguns dados como nome ou empresa, ajuda a engajar o público desde o primeiro contato.

Um toque de personalização mostra que você conhece um pouco mais sobre seus destinatários do que apenas o endereço de e-mail deles. Só não exagere para que isso não pareça um pouco assustador. Essas informações podem ser coletadas nos próprios formulários de captura, sem muito esforço.

Faça com que eles se sintam especiais

Outro gatilho mental muito utilizado nos assuntos de e-mail é o de exclusividade. Quando as pessoas sentem que são únicas e especiais, elas tendem a aceitar melhor a mensagem, além de criar lealdade e aumentar suas taxas de abertura. 

Utilizar frases como “exclusivo para você”, “somente para clientes VIP”, “você está convidado” e tudo aquilo que direcionar a mensagem para algo mais pessoal e reservado favorece esse efeito.

gif do gatilho de exclusividade nos assuntos de e-mail marketing

Viu? Montar os assuntos de e-mail marketing pode ser mais fácil do que você pensa. Com essas pequenas mudanças esperamos que você já consiga obter ótimos resultados na taxa de abertura.

Se você está em busca de uma agência especializada na criação de e-mails marketing para sua empresa, conte com a Thatto Comunicação. Nosso time de especialistas pode ajudá-lo a trazer ainda mais clientes para o seu negócio com as melhores campanhas. Entre em contato conosco e solicite um orçamento agora mesmo!