Como fazer um catálogo de categorias?

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Como fazer um catálogo de categorias?

Independente do setor e segmento de uma empresa, o objetivo principal dela é sempre vender mais. A maioria das empresas, também, nasce com a ideia de ofertar não apenas um, mas uma variedade de produtos e/ou serviços. E não há nenhuma forma melhor de expor todos os seus produtos do que organizando um catálogo.

O catálogo de produtos é uma forma de dispor todos os produtos para que eles apareçam e tenha um espaço exclusivo. No caso das distribuidoras, uma superpublicação que englobe todos os produtos oferecidos, de todas as indústrias, pode ser um material muito grande e os detalhes podem se perder e não receberem o devido destaque, assim como as categorias. 

Como resolver esse problema? Simples! Criar um catálogo de categorias, focando em uma por vez, para que a  estratégia seja mais voltada para os produtos que deseja-se divulgar com mais ênfase. Por isso, hoje, vamos falar como montar um catálogo de categorias, mas primeiros vamos abordar porque investir nessa ferramenta de vendas.

Por que fazer um catálogo de categorias?

Sem dúvida nenhuma, um catálogo de categorias é uma grande ferramenta para a sua distribuidora e traz inúmeras vantagens para o negócio. Quer saber quais? Confira:

  • Visibilidade dos produtos: um catálogo de categorias possibilita a inserção de mais imagens e informações sobre cada item, permitindo que os clientes visualizem melhor o que a sua empresa tem a oferecer dentro do segmento trabalhado;
  • Aumentar o potencial competitivo: um catálogo de produtos, por si só, também é uma forma de aumentar o diferencial competitivo da sua marca. Além do caráter promocional, um catálogo de categorias traz uma experiência sensorial para seus clientes também.
  • Aumentar o lucro: além de vender mais, já que seu cliente terá um material rico em mãos, você pode negociar espaços com as indústrias. Que tal sugerir um anúncio ou até mesmo destacar determinado item nas páginas?
  • Potencializar o valor agregado: além do maior espaço para os produtos, o catálogo de categorias também leva a identidade da sua marca e, de acordo com o nicho de mercado, é possível personalizar diferentes tamanhos, formatos de paginação, tipos de impressão, tipos de papel (se for impresso) entre outros aspectos.

Passo a passo para criar um catálogo

A ideia do seu catálogo de categorias é vender mais, certo? Por isso, é necessário cuidado na hora de montar o seu. Primeiro, é preciso decidir quais produtos irão compor o seu material. Com tudo isso organizado e separado, a segunda ação é colher as informações sobre os itens, imagens e conteúdos extras. Também procure fazer uma introdução sobre a categoria, qual sua relevância etc.

Agora, vamos falar mais detalhadamente sobre cada passo de montar o seu catálogo de categorias.

Atenção na capa

O primeiro contato com o seu catálogo de categorias é pela capa. Se ela for pouco atrativa ou mal elaborada, é muito provável que seu cliente não queira nem ver o resto do catálogo. Por isso, atenção! Busque criar uma capa atraente para causar uma boa impressão. 

É importante, também, sinalizar a categoria da qual seu catálogo está falando logo na capa para o cliente já saber do que se trata o material. Além disso, você pode até fechar uma parceria com as indústrias para incluir seus itens em destaque na capa do catálogo.

Crie um índice

O índice é  uma boa forma de organizar seus catálogos e guiar o seu cliente para a página exata na qual  o produto que ele procura está. Isso faz com que as informações que estão ali fiquem mais organizadas e permite que os artigos sejam encontrados com muito mais facilidade. Além disso, dentro do índice você pode dar destaque para uma linha de produtos, conforme o design planejado.

Imagens de qualidade

Em um catálogo, a qualidade das  imagens é fundamental, afinal por elas também são passadas informações dos itens, mostrando com clareza os dados contidos nas embalagens. Por isso, invista em fotos de qualidade, mantendo-as sempre atualizadas, no caso de um catálogo digital, além de criar um design atraente para destacá-las.

Descrições atrativas

Dentro de qualquer catálogo a imagem, preço e descrição são itens essenciais para seu público entender o que é aquele produto e qual a sua função. E vale ainda ir além: é possível falar sobre como expô-los, demanda do mercado entre outros temas. 

Lembrando que, sempre for colocar algum texto dentro do seu catálogo de categorias, procure chamar especialistas de conteúdo, sempre revisando o português e exaltando as qualidades da mercadoria, claro.

Interatividade

Se o seu catálogo de categorias for  digital, para que ele seja perfeito, é importante colocar opções de interação para que o cliente possa ter o máximo de informações e consiga dar zoom nas imagens, ver vídeos e folheá-lo. Por isso, invista na interatividade.

Quer criar um catálogo especial para sua empresa? Fale com a Thatto Comunicação e monte o seu! Somos especialistas em soluções de comunicação para o mercado farmacêutico em todos os seus pilares: indústria, distribuição e varejo.