Marketing: como aplicar na sua farmácia

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Marketing: como aplicar na sua farmácia

Como aplicar estratégias de marketing na sua farmácia?

De alguma forma, criou-se a ideia de que para ter um plano de marketing é necessário gastar muito dinheiro e fazer grandes investimentos. Por isso, lojas pequenas e médias de farmácia raramente têm um plano ou estratégia.

Mas, na verdade, é bem o oposto. São justamente essas lojas de pequeno e médio porte que devem investir em uma estratégia para aumentar as vendas e não perderem clientes para as maiores.

Então, hoje, queremos desmistificar algumas coisas para você! Assim, você pode começar a fazer marketing na sua farmácia!

Muito daquela crença de que ter um planejamento de marketing também é porque ele está muito ligado a publicidade. Campanhas e anúncios podem sim, ser muito caros.

Mas, não é sobre propagandas que estamos falando aqui.

Quero te dizer que marketing é ir além dessas campanhas. Com algumas mudanças simples, você pode começar a fazer uma implementação dentro do seu estabelecimento.

Nada que envolva campanhas ou custos altos. Vamos falar de pesquisa, treinamento e práticas diárias.

Vamos pensar em um passo a passo?

marketing para farmácias pequenas ou médias

Passo 1: Pesquisa externa
 
O primeiro passo de qualquer coisa na vida, sempre se resume a pesquisar. No caso das farmácias, é bom dar uma olhada no que a sua concorrência está fazendo.

Como está indo o setor farmacêutico? O que as grandes farmácias estão fazendo que você não está? O que vende mais? Qual a época do ano?

Todos esses questionamentos são válidos para entender o mercado e começar a pensar em quais práticas que podem ser aplicadas no seu estabelecimento. Veja o que seus concorrentes estão fazendo, e o que funciona. A partir disso, monte a sua estratégia de marketing na sua farmácia.

Veja que em nenhum momento do primeiro passo, foi necessário gastar nada mais do que tempo, correto? Então, uma vez que esse aspecto externo tenha sido completamente estudado e avaliado, é hora de dar o segundo passo.
 
Passo 2: Pesquisa interna
 
O segundo passo é um olhar interno, que você deve fazer com tanto cuidado quanto teve com o primeiro. É hora de estudar como você vai colocar em prática o que pegou de informação no primeiro passo, ok?

Comece fazendo uma avaliação do seu espaço físico: o que poderia mudar dentro dele? Como pode melhorar? Leia sobre estratégias dentro do PDV.

Depois, olhe para seu quadro de funcionários: eles estão bem treinados? Eles se importam com o cliente? Dão orientações relevantes e interessantes? Se há algo que pode melhorar, ofereça um treinamento.

Avalie também, os gestores da sua loja. Quem são eles? Como está o trabalho? Como estão os estoques e parceiros da loja? Faça um levantamento de todas as funções que seus gestores realizam e avalie se elas estão sendo bem feitas.

Nos encaminhamos ao terceiro passo…
 
Passo 3: Observe seu público-alvo

Por último, mas não menos importante, estabeleça seu público-alvo!

Ele será um fator chave na hora de pensar em quais produtos devem estar no seu estoque, e quais ações sua farmácia deve investir.

Um exemplo: sua farmácia está cheia de artigos para bebês e mães, mas seu público não consome esse tipo de produto. A saída é abaixar o pedido desses produtos e, assim, economizar dinheiro.

Ao responder todas as perguntas, e fazer os mapeamentos, você já pode montar sua estratégia. A dica que fica é que, não importa o tamanho de sua loja, todas devem ter seu planejamento e arrancar suas vendas.

Quer ler mais textos nossos? Então, clica aqui!