O que procurar em uma Agência de Marketing Digital?

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

O que procurar em uma Agência de Marketing Digital?

Com a tecnologia possibilitando cada vez mais oportunidades de negócios, as redes sociais e o marketing de conteúdo ganham mais força e muito mais destaque. A antiga mala direta virou o e-mail marketing, e por mais antigo que seja ainda é extremamente eficiente.

O Google, principalmente, com seus recursos de remarketing, Adwords e Analytics são cada vez mais eficientes como parte de uma campanha. Pode-se assim dizer que o marketing digital é a sensação do momento quando pensarmos em divulgação eficiente.

Com todos esses fatores sendo pensados, se você ainda quer escolher uma agência de marketing digital e conquistar uma fatia deste promissor mercado, precisa pensar em diversos fatores. Porém, toda nova parceria gera dúvidas, medos e questionamentos.

Como escolher uma agência de marketing digital?

O mundo digital oferece mais oportunidades para os diversos tipos de budget de clientes. Isso faz com que escolher uma agência de marketing digital também tenha suas facilidades se comparado ao tradicional meio offline.

Uma campanha offline demanda um start de investimento em mídia mais elevado que os meios digitais. Isso torna a internet um meio mais democrático para as campanhas publicitárias. Em contrapartida, apesar do investimento menor, a internet possui um alcance maior que o impresso.

Geralmente uma revista ou jornal possui uma tiragem x por mês. Isso quer dizer que o alcance mensal do veículo é sempre o mesmo. Multiplica-se o número da tiragem x 3 – que é uma média de quantas pessoas únicas leem o jornal ou a revista – e temos definido o alcance total do veículo.

Mas, na Internet não é bem assim.

O Alcance Digital

Nós já falamos um pouco sobre a utilidade e o crescimento do Marketing Digital nos próximos anos, e muita gente já sabe disso. Atualmente, o Marketing Digital é a principal forma de fazer e conceituar marketing nos dias de hoje. O termo é usado para resumir todos os seus esforços de marketing no ambiente online.

Usando os canais digitais, como blogs, sites, motores de busca, mídias sociais, e-mail e outros, as empresas tentam solucionar dores e desejos de clientes e potenciais clientes. O mercado para o marketing digital é muito amplo, pode ser realizado por pessoas, empresas, universidades, ONGs, associações, igrejas…

No meio digital, com  R$ 100  por dia temos um alcance 10x maior que um investimento de R$ 10 por dia. Isso faz com que a internet seja ao mesmo tempo democrática, com investimento possível para todos os bolsos e com alcance extremamente alto, tendo em vista que, quanto mais verba temos por dia, mais alcance conseguimos por veículo.

Porém, não somente isso, quando são empregadas as técnicas de SEO no site da empresa e redes sociais, além de e-mails, é possível alcançar muito mais pessoas, no caso, potenciais clientes, de forma orgânica e sem necessidade de investimento diário de dinheiro. Primeiro, trabalhamos o orgânico de uma empresa, depois as campanhas pagas.

Entendeu a diferença para o impresso? Como dito antes, uma revista ou jornal tem uma tiragem mensal limitada, completamente diferente das impressões no ambiente online.

quais serviços oferecer na agência de marketing digital
Como definir os serviços que eu quero que me agência preste?

Quais serviços oferecer na agência de marketing digital?

Existe uma gama de modelos de negócio de agência de marketing digital. Algumas oferecem os serviços mais técnicos, outras prestam consultoria estratégica, outras são full service e fazem de tudo. O primeiro passo é definir o que você sabe fazer e o que quer fazer.

Não existe um modelo ideal de agência e em todos os modelos há prós e contras. Antes dos exemplos citados anteriormente, você pode montar uma agência para promover seus cursos e serviços.

Agora que entendemos as possibilidades que a internet oferece para uma agencia de marketing digital, podemos separar os serviços oferecidos, de acordo com o budget disponível pelo cliente.

  • Gestão das Redes Sociais;
  • Campanha de otimização de SEO;
  • Gestão e campanhas de links patrocinados;
  • Campanhas de performance em redes sociais;
  • Gestão de Campanhas de display;
  • Campanhas de mídia programática;
  • Captação de leads através de páginas squeeze;
  • Outros serviços associados.

Quanto cobrar pelos serviços da minha agência de marketing digital?

De acordo com o Panorama das Agências Digitais de 2019, um dos maiores desafios em prestar serviços de Marketing Digital é saber como precificar os serviços. Realmente, a definição de valores é um assunto que ainda gera muitas dúvidas.

Entendemos que é essencial para a sobrevivência de uma agência de marketing digital acertar no preço e nos pacotes de serviços oferecidos. Se o preço for baixo demais, você pode comprometer o crescimento do seu negócio e ter dificuldades para fechar as contas no final do mês. Se o contrário acontece, e o preço for alto demais, você não vai conseguir fechar uma nova conta, poderá ser facilmente vencido pela concorrência.

É comum ver profissionais de agências em busca de médias de mercado, valores aproximados que estão sendo cobrados pelos concorrentes, etc. Mesmo que seja recomendável fazer benchmarks seja uma prática muito recomendada no setor, é importante ter em mente que são vários os fatores que interferem na definição dos preços dos seus serviços.

Cada agência e cada cliente se encontram em um contexto que precisa ser bem analisado antes de tomar uma decisão. Por isso, é essencial que você esteja ciente de cada variável que te conduziu no processo de vendas.

Procure entender: quanto vale o seu serviço? Quanto você agrega para o negócio do cliente? Quão relevante é a sua entrega para ele? Quanto ele vai crescer ao ter sua agência como fornecedora parceira nas estratégias de Marketing Digital? Isso tudo entra na conta.

calculando os preços da minha agência de marketing digital
O que precisa ser levado em conta na hora de estipular preços?

Passo a passo para calcular o preço da sua agência de marketing digital

PASSO #1: divida o projeto em duas etapas

Onboarding: todos os processos que precisam ser realizadas na fase de kick-off e que são necessários para fazer o negócio andar (novo site, construção de blog, set up da ferramenta de Marketing Digital)

Ongoing: todos os processos das demais fases que precisam ser realizados de forma contínua e pontual.

PASSO #2: liste todas as atividades, custos, profissionais e tempo médio

Dedique um cuidado necessário é sempre dedicar um tempo para revisão e alinhamento com a equipe da sua agência para evitar que sejam passados possíveis erros ou inconsistências nessa lista.

PASSO #3: faça os cálculos!

Dividimos essa etapa em:

3.1. Custo da mão de obra: calcule o custo médio da hora de trabalho dos profissionais que trabalham no projeto. Lembre-se que não pode considerar apenas o salário fixo mensal, mas também calcular todos os benefícios dos colaboradores, incluindo vale transporte, vale refeição, décimo terceiro, férias.

3.2. Percentual de custos fixos: identifique o custo fixo mensal da sua agência nos últimos meses (aluguel, condomínio, internet, telefone). Em seguida, você faz o cálculo da receita bruta média dentro desse mesmo período. Para descobrir qual o percentual de custos fixos dentro da sua proposta, você deve dividir o custo fixo médio pela receita bruta média e multiplica-lo por 100.

3.3. Investimento de terceiros: temos que entender que a oferta de serviços de Inbound Marketing pode envolver um investimento em uma ferramenta de automação e integração de Marketing Digital, uma verba para mídia paga ou a contratação de profissionais terceirizados para a produção de conteúdo. Por isso, é importante que você agregue esses valores na sua tabela final.

3.4. Imposto: nesta fase, procure verificar com seu contator quais são os impostos envolvidos na prestação de serviços.

3.5. Margem de lucro: em geral, as agências não têm uma margem de lucro fixa para colocar em todas as propostas. Para esse cálculo, você deve considerar alguns pontos:

  • Momento do cliente:  na hora do briefing, é comum termos acesso a muitas informações estratégicas. Nesse momento, é possível avaliar qual é a possibilidade de o potencial cliente investir na contratação do seu serviço e o quanto ele está disposto a pagar por isso.
  • Momento do seu relacionamento com o cliente: se até a renovação de contrato você consegue entregar todos os resultados prometidos para o cliente até então, certamente você ganha um argumento infalível para valorizar mais o seu serviço. Caso contrário, o momento pode levar você a adaptar seu pacote de serviços e a reavaliar os preços sugeridos.
  • Momento do seu negócio: quanto mais consolidado seu negócio, mais cases de sucesso você tem, mais você conquista credibilidade e segurança para ter uma margem de lucro maior pelos seus serviços.
  • Margem de negociação: muitos clientes costumam ter alguma objeção por preço no momento da apresentação da proposta, por isso você pode pensar em alguma margem de negociação já dentro da etapa de precificação.

Com todos esses passos feitos, você vai conseguir colocar o valor correto nos seus serviços.

estudar marketing digital para abrir sua agência de marketing digital
Estudar Marketing Digital é essencial para abrir uma boa agência de marketing!

Quais livros de Marketing Digital devo ler?

Na hora de abrir sua agência de marketing digital, procure se informar e estar craque no assunto. Por isso, separamos algumas leituras essenciais para você, que quer abrir sua agência de marketing digital.

1 – Marketing de Permissão, Seth Godin

O livro do autor Seth Godin apresenta a ideia de trabalhar com um marketing menos incisivo. A empresa só oferece um produto ou serviço oferecido pela empresa. Por isso, o Marketing de Permissão, afinal, ele só acontece quando já existe algum contato cliente. Então, o autor explica como funciona estratégia e como melhorar sua relação com o cliente por meio dessa técnica.

2 – Nocaute, Gary Vaynerchuk

No livro do autor Gary Vaynerchuk fala sobre a “luta” travada entre empresa e consumidor agora que ele tem voz nas redes sociais. O autor comenta ainda que anteriormente as pessoas não tinham essa posição no momento de compra, aceitando mais facilmente as ofertas. Agora eles se colocam frente a empresa com comentários e avaliações de produtos e marcas. Estão no livro o autor ensina como lidar com esse novo cenário do marketing com as redes sociais.

3 – Os oito P’s do Marketing Digital, Conrado Adolpho

Nesse livro do autor Conrado Adolpho formado em marketing, define o marketing digital com oito letras P. Ele começa com o primeiro P se referindo a pesquisa e encerra com o oitavo P de precisão. Além de explicar os oito passos e destacar a importância de cada um.

4 – Como o Google funciona, Eric Schmidt e Jonathan Rosenberg

Em ‘Como o Google funciona’, Eric Schmidt e Jonathan Rosenberg reúnem as lições que fizeram da empresa uma gigante global conhecida pela missão de inovar incessantemente. Eles descrevem como o avanço da tecnologia transferiu o poder das corporações para os consumidores e reforçam que, para sobreviver, é essencial concentrar esforços na qualidade dos produtos e investir em uma nova categoria de profissionais – os criativos inteligentes, que unem conhecimento técnico, tino comercial e uma criatividade sem limites.

escolher uma equipe
Como escolher uma equipe para sua agência de marketing digital?

Qual a equipe ideal para minha agência?

Se sua agência de marketing digital está começando agora, um dos passos mais importantes é definir como você irá compor sua equipe. Para a construção de uma estratégia de marketing digital, a formação da equipe é essencial.

Quando falamos de uma equipe dentro da agência de marketing digital, não quer dizer que precisam ser inúmeras pessoas, mas alguns profissionais são essenciais para ela ser completa e funcionar muito bem.

O que é necessário levar em conta antes de montar sua equipe?

Antes de começar a procurar por candidatos ou pensar nas descrições das vagas, é essencial levar em conta alguns fatores essenciais que irão te ajudar.

Você já tem algum cliente?

Isso é um fator determinante tanto para dimensionar a equipe, quanto para definir o perfil dos candidatos que devem ser contratados. Se você já tiver clientes, precisa de uma equipe completa e especialistas para conseguir atender bem os seus clientes.

Quais serão os maiores desafios a princípio?

Quais são seus maiores desafios no momento? Em qual parte dos seus objetivos e metas você está? Pensar nisso vai ajudar você a entender bem que tipo de pessoas precisará ter no seu time para alcançar o que foi estabelecido como alvo.

Aliás, vai saber também como mesclar diferentes personalidades e estilos de trabalho em busca da diversidade certa para montar um time diferenciado.

Vale a pena terceirizar?

A princípio pode ser interessante terceirizar algumas partes do processo, por isso é importante fazer essa avaliação. Isso é muito útil para ajudar a equilibrar o que será cuidado internamente e o que pode ser colocado nas mãos de parceiros igualmente qualificados.

Como contratar membros para sua agência de marketing digital

Essa tarefa é a mais desafiadora e ela também revelará uma experiência muito positiva, à medida que as peças vão se encaixando até a formação estar completa.

Identifique os principais desafios por setor

Já falamos sobre identificar os desafios do negócio como um todo, mas agora é a hora de pensar nas dificuldades específicas de cada posição. Esse é o primeiro passo para definir com precisão qual é o tipo de pessoa ideal para a vaga e procurar por ela a fim de resolver os problemas que surgirão no dia a dia.

Forme um perfil ideal dos candidatos

Com base no que ficou definido ao pensar nos desafios de cada papel, você deve montar um perfil ideal dos candidatos que vai recrutar. Ainda não é a hora de sair ativamente procurando por eles, mas isso já vai dar a você uma boa noção de como será a equipe final, com todos em suas respectivas áreas.

Conheça as posições que precisa preencher

Essa etapa é como se fosse o encaixe de um quebra-cabeças, mas vai muito além de associar as funções que precisa no seu time com os nomes das posições comuns no mercado. A ideia é que você conheça muito bem cada vaga para a qual vai contratar e saiba selecionar os melhores para fazer parte da empresa.

Monte um processo de seleção adiantado

Em vez de começar o processo seletivo de qualquer jeito, sem direção definida, é muito melhor elaborar um processo de forma adiantada. Assim, evitará emergências e dores de cabeça desnecessárias e passará uma imagem séria da empresa. Isso também facilita que apenas as pessoas mais qualificadas se candidatem à vaga e que o seu processo de avaliação seja mais eficiente, aumentando as suas chances de acertar nas contratações.

Automatize parte do recrutamento

É claro que você não quer se isentar da responsabilidade de escolher os membros da sua equipe de marketing e muito menos ver alguém incapacitado atuando em uma função importante. Mas, isso não quer dizer que precise passar por todo o processo de forma manual para atrair os candidatos, há ferramentas de teste que podem ser usadas para facilitar o seu trabalho de avaliação.

Conheça quais profissionais não podem faltar
Conheça quais profissionais não podem faltar em uma agência de marketing digital

Os profissionais ESSENCIAIS para qualquer agência de marketing digital

Analista de Conteúdo

O Analista de Conteúdo tem um papel central para o desenvolvimento de Inbound Marketing. Ele é o responsável por fazer com que a estratégia de produção de conteúdos seja mais assertiva.

Ele é a pessoa responsável na sua equipe que vai criar conteúdo mais focado e com mais assertividade e qualidade. O Analista de Conteúdo observa o perfil e o objetivo do cliente para, então, dedicar-se a todas as etapas de uma estratégia de conteúdo que sirva aos seus interesses.

Analista de SEO

O Analista de SEO tem um papel importante para aumentar a visibilidade da empresa na internet. Ele é o responsável por garantir que todos os canais de comunicação estejam otimizados para uma mulher indexação e rankeamento.

Esse profissional precisa estar antenado com relação às palavras-chave mais procuradas pelo público de um certo negócio. Por isso, ele precisa saber quais são as principais dúvidas, problemas e expectativas daquele público. Ele também deve entender bem qual é a dinâmica da concorrência. É muito importante para identificar as melhores oportunidades em palavras-chave que ainda não estão sendo muito exploradas.

Analista de redes sociais

O Analista de redes sociais tem um papel focado em obter mais visibilidade e mais engajamento nas redes sociais. Ele trabalha a produção e publicação de conteúdo focada nestes canais, que tem particularidades bastante distintas da estratégia de conteúdo para um blog.

Geralmente, é ele quem tem um cuidado especial com o gerenciamento de publicação de conteúdo. Afinal, nas redes sociais, fatores como a frequência e até os horários escolhidos para fazer uma postagem podem influenciar os resultados. Além disso, as redes sociais exigem interação com o público, respondendo a mensagens e comentários, por exemplo.

Analista de e-mail marketing

O Analista de e-mail marketing tem um papel voltado para a divulgação ativa da empresa através de e-mails enviados a uma lista de contatos. Mas, se você está pensando que o trabalho deste profissional é enviar uma mensagem com as “ofertas da semana” aos clientes, está enganado.

O e-mail marketing é uma atividade de marketing focada em relacionamento. Esse tipo de conteúdo estabelece um canal regular de comunicação com seus leads, que deve ser usado para educar esses potenciais clientes.

O Analista de e-mail marketing é o responsável por garantir a entrega deste resultado. O trabalho dele é realizados nas campanhas, que são as sequências de e-mails que o lead irá receber, ajudando-o a percorrer o caminho até a decisão de compra.

Designer

O Designer Gráfico é o responsável por criar uma forma visual que, ao mesmo tempo, seja atrativa para o público e seja funcionalmente adequada. Além disso, ele deve ter uma preocupação com a identidade visual da empresa. O designer contribui sugerindo os melhores formatos para uma peça de publicidade ou diferentes alternativas para reduzir custos com gráfica.

Esperamos que esse breve post tenha esclarecido alguns pontos importantes sobre como funciona a estrutura dentro de uma agencia de marketing digital. Conta pra gente como foi sua experiência de abrir sua agência de marketing digital!