Como criar um site? Parte 1

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Como criar um site? Parte 1

Se sua empresa ainda não sabe como criar um site, então você pode estar perdendo dinheiro e oportunidades

Atualmente, a maioria da população procura por informações na internet antes de consumir qualquer coisa. Afinal, a ascensão da internet mudou toda a forma de consumo da nossa sociedade. 

Antigamente, éramos consumidores passivos e as informações dos produtos chegavam até nós na medida em que as empresas queriam divulgar. Já hoje em dia, o consumidor tem a seu alcance todas as informações que ele precisa. Em uma simples busca pelo Google, ele consegue saber tudo sobre sua marca.

E é por isso que você tem que ter um site. Porque, imagine a situação: seu potencial cliente está procurando por um serviço ou produto como o seu. Quando ele procura pelas palavras-chave, você não está lá, porque não tem um site.

Você acabou de perder uma venda potencial. 

Beleza, entendemos que você precisa de um site, certo? Mas como você vai desenvolvê-lo? 

Geralmente, as pessoas contratam uma agência ou um profissional para montar esse site. A Thatto Comunicação pode desenvolver um site para você. Mas, vamos falar brevemente sobre todo o processo que envolve a criação de um site. 

Como funciona para desenvolver o seu site

1. Domínio

domínio do site

A primeira coisa a se fazer para criar o seu website é o registro do domínio. O domínio é, nada mais, nada menos do que o nome do seu site. Então, vamos pegar um exemplo www.exemplo.com.br, certo? 

O “exemplo” normalmente é onde fica o nome que você quer colocar no seu site e o “.com.br” é a extensão do site. Existem uma variedade de extensões diferentes, como “.net”, “.com”, “.org”, “.info”, “.edu” entre outras. Esse domínio pode ser registrado no site registro.br, onde você paga uma quantia anual para poder utilizá-lo.

Normalmente, o seu domínio será o nome da sua empresa, porque ele já é conhecido pelos seus clientes e é mais fácil de se lembrar. Porém, se o nome da sua empresa já estiver indisponível, você pode criar um nome relacionado a ele. Mas lembre-se que ele deve ser fácil de memorizar, não muito longo para digitar e conter sua palavra-chave principal.

Quanto às extensões, procure sempre a opção que parecer mais profissional para você. Indicamos um “.com” ou “.com.br”, que são as mais comuns do mercado e não levantam suspeitas. 

Por exemplo: você está procurando por um site para fazer uma compra, ou consultar uma informação. Qual site vai parecer mais confiável ao seus olhos?

  • siteinformação.com.br
  • siteinformação.net
  • siteinformação.co
  • siteinformação.online

Na hora de criar o seu site, pense nisso! A extensão também importa para os seus consumidores. 

Ok, domínio registrado, agora vamos fazer o que?

2. Hospedagem

Vamos usar uma metáfora, certo? Se o domínio do seu site é a sua casa, a hospedagem é o terreno onde ele vai ficar. Onde seu domínio estiver hospedado é onde ficarão todos os arquivos ligados a ele, como as páginas, imagens e outros para seus visitantes olharem sempre que acessarem. A hospedagem é essencial para criar um site com qualidade!

Existem três tipos de hospedagem: a compartilhada, a dedicada e a da nuvem. A hospedagem compartilhada é uma forma mais financeiramente acessível, onde você compartilha seu espaço com outros sites, mesmo que isso faça com que você perca desempenho. A hospedagem dedicada é quando seu site tem um espaço próprio e tenha o máximo desempenho. 

Já a hospedagem pela nuvem o site não fica em uma máquina física, ele fica na própria internet, em uma nuvem de máquinas que compartilham os recursos do site entre si. A vantagem dessa forma de hospedagem é que, dessa forma, seu site não estará mais sujeito a defeitos que a máquina poderia ter. Além disso, o seu site fica com a capacidade aumentada e consegue receber mais visitantes.

Depois de escolher qual o modelo de hospedagem para o site da sua empresa, é hora de escolher um construtor de sites. 

3. Construtor de sites

construtor de sites

Hoje em dia nós temos auxiliares na hora de construir os sites. Os construtores de sites vêm com temas prontos e algumas funções extras, que permitem que você combine e personalize o seu site com a cara da sua marca. 

O construtor de site mais utilizado do mundo é o WordPress. Ele é muito famoso por ser o construtor mais simples de usar e mais eficiente em termos de performance. Além disso, o WordPress utiliza hospedagem e domínio próprios, porém os sites ficam com endereço “nomedodomínio.wordpress.com” e tira o ar de profissionalismo do site. 

Mas, é importante prestar atenção! Aqui estamos falando sobre o WordPress.org, muitas pessoas confundem ele com o WordPress.com – que pode ser mais fácil de usar, porém é bem mais limitado, com menos opções e de autonomia. 

Falamos aqui do WordPress, justamente por ser o mais utilizado e o mais famoso, porém existem outras opções, como o Wix e o Joomla.

4. Definir o objetivo

Se você já definiu a hospedagem e escolheu o seu construtor de sua preferência. Vamos passar para uma fase menos técnica da construção do seu site. Pense em qual objetivo você quer atingir com o seu site – aqui estamos falando sobre os sites que não são e-commerce, porque eles seguem outras práticas. 

Existem algumas funções que são comuns em quase todos os sites. Por exemplo: apresentar uma linha de produtos e serviços, ajudar as pessoas a encontrar sua empresa, reforçar sua credibilidade de marca utilizando depoimentos de clientes, cases de sucesso ou apresentações da sua equipe entre outros. 

O seu site pode cumprir com todas essas funções, mas é recomendado que você defina um objetivo principal, dessa forma evita que o seu site fique mais organizado, já que você sabe exatamente a função de cada página. 

Para decidir qual será seu maior objetivo, é importante pensar em quem é o seu público e o que ele espera da sua marca e qual tipo de conteúdo ele quer encontrar no seu site. Assim, você pensa com mais assertividade no seu objetivo final.

5. Criar um mapa do seu site

Depois de decidir qual o objetivo principal, o ideal é organizar como ele será montado. Quais são as páginas que você quer colocar? 

A maioria dos sites em algumas páginas padrão, como:

  • Página inicial;
  • Quem somos;
  • Produtos/serviços;
  • Contato.

Em alguns casos, também acrescentam as outras páginas: de cases de sucesso, clientes e portfólio. Essas sessões são tão comuns, geralmente, porque elas funcionam de uma forma objetiva e informativa. 

Porém, isso não quer dizer que o seu deve ser assim também. Pegue uma caneta e o papel e desenhe uma ideia de como você quer que suas páginas sejam e desenhe o mapa do seu site!

Esses são alguns passos para começar a desenvolver o seu website! Se você quer desenvolver o seu, fale conosco, nós podemos te ajudar!