Geração de Leads: como começar?

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Geração de Leads: como começar?

Estamos sempre falando sobre Marketing Digital, certo? Dicas para montar suas redes sociais, site e estruturar seu Marketing de Conteúdo. E qual é o principal objetivo de criar todas essas estratégias? É para atrair oportunidades de negócios através das ferramentas da internet. Essas oportunidades de negócios podem ser chamadas de leads. E a geração de leads é um dos maiores objetivos dentro do marketing digital.

O que são os leads?

Leads são visitantes que chegou até sua empresa por meio do site, rede social, landing page, blog, evento ou folder e deixa os dados de contato. Em um primeiro momento, você não tem como saber se ele reúne todas as características para tornar-se um aluno. Precisará, então, organizar um fluxo de nutrição para compreender melhor quais são as necessidades desse lead e como seu produto/serviço pode ajudar.

A principal característica do lead é que ele é uma pessoa indecisa, que busca informações que esclareçam suas dúvidas e anseios. O que você pode (deve) fazer é compartilhar seu conhecimento e experiência de mercado para auxiliar na jornada de compra, dessa forma, educando para que ele se torne um prospect.

Porque geração de leads é tão importante?

Com o crescimento da internet, o mundo passou de uma escassez de informações, para um estado de completa abundância e bombardeio de informações por todos os lados. Porém, isso gera um problema de falta de atenção por parte das pessoas, que não sabem em qual informação focar.

Isso mudou o processo de compra muda drasticamente. Por isso, os comerciantes e empresas procuram maneiras diferentes de alcançar o público. Entendemos que cada vez mais as estratégias de publicidade em massa estão deixando de ser eficazes. Elas dão lugar a uma forma mais pessoal de promoção.

A partir do momento em que consumidores têm interesse genuíno no seu negócio. Começam a criar uma relação com sua empresa, tornando mais fácil e natural o processo de obtenção de informações e, consequentemente, fechamento de compra. Esse é o processo de obtenção e nutrição dos leads. Depois que você atraiu o público e os transformou em leads, gera mais oportunidades de vendas.
 
Como atrair as oportunidades?
 
Para chamar a atenção dos leads, você deve fazer uma “troca”, geralmente de conteúdo pela informação do seu visitante.

Ebooks

 Os eBooks são uma das formas mais clássicas de conteúdo ofertado para geração de leads. É um dos tipos de conteúdo mais ricos e aprofundados e é um formato que funcionou e segue funcionando muito bem. A vantagem do eBook é que ele permite que você vá mais a fundo nas temáticas escolhidas, e explorá-lo em um nível que provavelmente não faria em um post de blog, por exemplo.

Webinars

Formato bastante difundido para produção de conteúdo e geração de leads. Pelo uso da voz (às vezes da imagem também), os webinares acabam tendo um toque mais pessoal que aproxima mais o potencial cliente.

Possui um custo relativamente baixo de produção, já que não são necessários muitos equipamentos para montar um. Pode ser gravado ou ao vivo. Em ambos casos, existem vantagens e desvantagens. No vídeo ao vivo existe a vantagem do horário marcado, que evita a procrastinação, em caso de gravação ele sempre gerará leads ao longo do tempo.

Templates

Templates são basicamente modelos prontos para serem usados em qualquer contexto, como planilhas, apresentações ou qualquer coisa que facilite determinados trabalhos. Eles funcionam muito bem para gerar Leads de qualidade por conta de serem materiais práticos. Esse tipo de material precisa ser autoexplicativo ou possuir um conteúdo institucional.

Ferramentas

As ferramentas vão além dos templates e ajudam seus potenciais clientes a resolver problemas mais complexos, que um template não consegue. Ela pode ser parte da própria solução como algo totalmente novo. No caso de ser uma parte da sua solução, as ferramentas têm ainda um papel importante de avançar o lead na jornada de compra, já que elas dão “um gostinho” de como o trabalho seria melhor com a solução completa.

Whitepaper

O whitepaper é um formato pouco utilizado. Não é tão profundo quanto um eBook, exige menos esforço de produção, já é o suficiente para as pessoas aceitarem trocar seu contato pelo conteúdo em questão. Os whitepapers são posts de blog mais extensos. São longos, mas não o suficiente para ser eBooks.

Esses são apenas cinco exemplos de como os conteúdos podem captar leads para o seu negócio.

Quer começar a captar leads, mas ainda não sabe por onde começar? Fale conosco, que podemos te ajudar!

Gosta dos nossos posts? Então, clique aqui e leia mais!