Marketing Pessoal: como criar uma marca para você!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Marketing Pessoal: como criar uma marca para você!

Marketing Pessoal é acreditar que você é a melhor opção para o seu cliente em potencial e provar para as pessoas que isso é a verdade. Pode parecer algo que não vem de forma tão natural assim, principalmente se você não acredita nisso.

Quando você não confia ou acredita, convencer quem está de fora vai se tornar um trabalho muito árduo.

Não estou dizendo isso para te desestimular, pelo contrário. Só estou tentando mostrar que o marketing é um dos pilares principais para a construção da sua vida profissional e pessoal.

Se você é um empreendedor que entende que sua marca e seu negócio são partes contínuas dos seus sonhos e desejos. As pessoas não costumam investir dinheiro, tempo e energia para criar algo que não combine ou não faça parte de suas vidas.

Por isso, o marketing pessoal é uma ferramenta que, quando usada corretamente, pode aumentar o seu poder de convencimento, cativar pessoas e fortalecer a sua autoridade. São apostas altas com alto retorno.

Podemos olhar para isso de maneira cética, mas os resultados são totalmente plausíveis, por isso que o marketing pessoal é uma estratégia de marketing muito valiosa. Ela mostra como você pode se destacar em um ambiente que é cada vez mais competitivo. Cursos, experiências profissionais são requisitos que já se tornaram comuns no mercado.

Entender como se portar, o que conhecer, como expor isso para o seu público são habilidades que grande parte dos profissionais não conseguiu desenvolver ou não se deu conta da importância de solidificar um nome, marca ou produto no mercado.

Para conseguir solidificar sua imagem, é necessário investir em marketing pessoal. E ele tem uma ligação direta com o marketing de conteúdo. Você vai entender como gerar valor para as pessoas pode ser uma ótima ferramenta para valorizar o seu nome.

Por isso, vamos falar um pouco sobre marketing pessoal hoje!

Afinal, o que é Marketing Pessoal?

marketing pessoal o que é
Construir uma marca pessoal é importante ainda mais no mercado atual.

Atualmente, não basta o seu produto ser útil, bom e inovador, você precisa mostrar para o público isso e comprovar. O Marketing Pessoal tem justamente essa função, mas o produto no caso é o seu nome e a sua imagem.

O marketing pessoal é o plano estratégico que vai aumentar a visibilidade para o valor da sua imagem. Isso quer dizer que, dentro de uma empresa a equipe de marketing precisa criar estratégias para vender aquele determinado produto, correto? Ele deve ter um valor para que as pessoas se interessem por ele.

Para isso, você precisa conhecer seu público-alvo, ter um plano de ação e uma equipe criativa e muito competente. O objetivo é tornar aquele produto visível, desejado e vender ele para os consumidores.

O caso no Marketing Pessoal é que você é essa equipe e o produto. Ou seja, o marketing pessoal é a técnica que você vai usar para fazer com que as pessoas certas saibam quem você é, admirem o seu trabalho e ajam conforme a sua expectativa.

Em qualquer um dos casos, se você quiser uma promoção, contratação, ser considerado para patrocínios ou investimentos, você precisa do marketing digital. Portanto, o conjunto de estratégias que formam o marketing pessoal ajudam a promover e vender a sua imagem.

Muitos profissionais ficam anos desenvolvendo suas tarefas rotineiras e não entendem porque outras pessoas recebem benefícios e aumentos e ele não. Não basta apenas possuir conhecimento, prática e disposição, você precisa estar visível, ter autoridade e espírito de liderança para se destacar na multidão de profissionais competentes.

A importância do Marketing Pessoal

A importância do Marketing Pessoal
Qual a importância do Marketing Pessoal no mercado atual?

Marketing Pessoal é uma estratégia que faz sentido para diversos tipos de público. Um exemplo são estudantes que querem se destacar na faculdade ou em um segmento do mercado.

Compreender e fazer uso do marketing pessoal pode ajudar a mostrar e corroborar a competência que você possui, assim como o seu espírito de liderança. Em longo prazo, marketing pessoal vai auxiliar na obtenção das suas metas, sejam elas na faculdade ou no mercado profissional.

Vamos fazer um jogo de suposições, ok?

Imagine que você acabou de se formar e conseguiu aquele estágio em uma grande empresa. Ok, você é prestativo, proativo, criativo e eficiente – coisas que toda empresa precisa do profissional – isso pode garantir a sua efetivação.

Isto é, se você souber como mostrar todas essas características sem se tornar prepotente ou arrogante. Por isso, o marketing pessoal é importante, mais uma vez.

É importante termos sempre em mente que estamos vivendo em um momento onde a competição acontece a todo o tempo. Porque, se pensarmos nisso vamos entender melhor a real importância de agregar valor à nossa imagem.

A internet trouxe uma facilidade de comunicação, por isso o aprendizado e preparo das pessoas atingiu um novo nível. Por isso, hoje em dia apenas possuir o conhecimento não é o suficiente, para obter o reconhecimento que queremos é necessário atingir um novo nível de conhecimento. Podemos citar diversos exemplos, estamos sempre batalhando para criar e nos fortalecer.
Estimular os colaboradores a trabalhar o marketing pessoal e desenvolver estratégias é interessante, já que é uma maneira de poder posicionar uma empresa como aquela que possui um diferencial em ambientes competitivos.

Afinal, as pessoas que trabalham conosco são os melhores propagadores da nossa marca, correto?

Marketing Pessoal é uma estratégia que funciona de uma maneira muito eficiente quanto os outros legitimam as características.

Principais objetivos do Marketing Pessoal para o profissional

Depois de tudo isso, você já consegue entender um pouco mais sobre os diversos benefícios para sua vida profissional e ele pode ser muito útil para a sua empresa.

Podemos ver profissionais capazes, inteligentes e muito competentes que estão em cargos abaixo que eles podem pleitear. Isso acontece por falta de liderança e proatividade e essas duas características essenciais dentro do marketing digital.

O marketing pessoal vai encantar seus clientes tanto, fazer com eles acreditem em você, que no final sua especialização ou experiências profissionais melhores não façam a menor diferença no momento de contratar seus serviços.

Criar uma estratégia para você

Criar uma estratégia de marketing pessoal para você
Criar uma estratégia de Marketing Pessoal para você é essencial para sua marca pessoal.

Você deve estar pensando que a teoria do Marketing Pessoal é muito interessante e convidativa, mas como funciona isso na prática? Ela vai ser desenvolvida por qualquer pessoa?

Bom, indo por partes. Primeiro, o marketing pode ser sim, uma tática que qualquer um pode utilizar. Se você montar um planejamento organizado e que possa ser colocado em prática – isso quer dizer, que seja concreto – essa estratégia será eficiente na sua vida pessoal e profissional.

Agora, vamos pensar na prática, a seguir falaremos sobre como montar um plano de marketing pessoal que pode alavancar sua carreira e levá-lo a qualquer lugar que você queira estar.

Esse plano não é apenas para quem quer ser contratado, ou que buscam por um aumento de salário. O plano que trouxemos aqui é para que você possa ter sua jornada nas suas mãos e decidir para onde você quiser ir.

Primeiro, você tem que estabelecer e responder às seguintes perguntas:

  • Missão: onde você quer chegar? Qual é o objetivo real da sua estratégia de marketing pessoal?
  • Visão: qual a sua previsão para o seu posicionamento no futuro? O que você quer transmitir para as pessoas durante esse percurso?
  • Valores: quais princípios você quer carregar consigo no trajeto? Você tem todos eles bem desenvolvido ou pretende agregar mais algum?

Responda essas questões da maneira mais séria e com o mesmo profissionalismo que você usaria para formular um planejamento estratégico para o chefe de uma empresa importante.

Depois disso, você estará preparado para construir o planejamento de marketing pessoal.

PASSO #1: Autoconhecimento e valorização do potencial

marketing pessoal e autoconhecimento
Conhecer suas falhas e pontos fortes é necessário para melhorar como profissional.

Quando estamos falando sobre marketing digital é muito comum que algumas pessoas entendam que vai ser sobre criar uma caricatura de si mesmo. Mas, na verdade, não é isso e se você fizer isso, não vai chegar a lugar nenhum.

Por isso, a nossa primeira dica é justamente que você conheça mais sobre você, entenda quais são seus pontos fortes e fracos. Com isso, você vai conseguir trabalhar para evidenciar seus pontos fortes e minimizar àquelas que não são tão positivas assim.

Entenda que não existem habilidades que você não consiga aprender ou desenvolver. Mas não pense que marketing pessoal é sobre criar pessoas e profissionais padronizados e robotizados. Não mesmo!

O fato é que quando você conhece quem você é e percebe quais características podem te levar ao sucesso, o processo da valorização se torna muito mais simples.

Um ótimo exemplo é: se você entende que o seu poder de persuasão é muito satisfatório, ler e aprender mais sobre os gatilhos mentais vai fazer com que essa sua habilidade seja otimizada e reconhecida. Trazendo mais valor para o seu crescimento.

Mais duas dicas sobre esse nosso primeiro passo:

1 – Ter pontos fortes é ótimos, todos temos, mas não acredite que apenas tê-los é suficiente. É importante colocá-los em prática, as pessoas não vão se convencer das suas habilidades se você não agir conforme.

2 – A mesma coisa funciona para os pontos fracos. Entender quais são eles não é o suficiente, você deve aprender, crescer e descubra como anular ou desenvolver essas questões.

PASSO #2: Conheça sua persona

construir uma persona
Construir uma persona sobre um nicho do mercado é essencial para sua estratégia

Em geral, o marketing pessoal é parecido com o marketing em geral. Isso é um fato, porque você está vendendo sua imagem, assim como uma empresa vende produtos.

Como todas as estratégias de marketing começam? Estabelecendo o público-alvo! Entender com quem você está falando facilita na hora da escolha do produto, linguagem e abordagem que o setor de marketing e vendas vai desenvolver.

Para tornar essa estratégia ainda mais certeira é importante criar uma persona, ao selecionar qual é o seu cliente ideal a empresa pode focar suas energias e esforços na comunicação com aquele indivíduo. No marketing pessoal, a estratégia é praticamente a mesma. Você vai estabelecer tudo isso e entender como comunicar melhor sobre sua imagem.

Porém, para criar um planejamento de marketing pessoal, é interessante que você pense na sua persona mais como um nicho, não em uma pessoa específica. Dessa maneira, sua estratégia vai ser utilizada a longo prazo.

Porque, quando você pensa nisso de maneira mais abrangente, funciona melhor para a tática em um longo termo. O nosso exemplo é, quando você quer uma vaga para um intercâmbio, você não passou na primeira seleção, porém na segunda – que é outro recrutador – você deixará alguns requisitos de lado, se criar uma estratégia pensada em apenas uma pessoa.

É melhor criar a estratégia para recrutadores de intercâmbio. Dessa forma, independentemente de quantas seleções você faça, ou queira fazer, o seu planejamento pode ser o mesmo. E isso vale para todos os outros.

Dica bônus: quando for criar uma persona, saiba tudo a respeito dela. Siga pessoas de renome nas redes sociais e acompanhe tudo o que você puder para saber como elas se comportam.

PASSO #3: Determine como vai atingir os objetivos

atingir objetivos
Determine seus objetivos da forma mais clara o possível, assim você sabe como chegar lá.

Sem objetivos, não existem estratégias, certo? Porque você cria uma estratégia se não sabe onde quer chegar com ela. É como escolher um percurso sem saber onde queremos chegar.

Se você não sabe onde quer chegar, podem ter milhões de planejamentos, mas tudo será perda de tempo porque estaremos criando rotas que não chegarão a lugar nenhum. Um exemplo: seu objetivo é fazer parte de uma equipe de marketing de uma grande empresa.

O que é necessário para alcançar esse objetivo? Primeiro, você deve fazer uma graduação e cursos sobre marketing. Depois, você pode estudar qual o nicho no qual a empresa está inserida, um exemplo é o segmento de cosméticos, então procure estudar sobre o segmento de cosméticos.

Enquanto você não sabe o seu objetivo, a probabilidade de fazer um curso qualquer ou ficar parado esperando o universo agir é uma perspectiva muito assustadora, não é mesmo?

Saiba onde quer chegar!

O planejamento de marketing social é para que você cresça como ser humano, conquiste o emprego dos seus sonhos, desenvolver uma nova profissão ou quem sabe, até mesmo melhorar seus relacionamentos sociais?

PASSO #4: Esteja nas Redes Sociais

redes sociais
É essencial ter uma presença nas redes sociais e tomar cuidado com o que postamos.

As redes sociais são essenciais para qualquer estratégia de marketing nos dias de hoje. O poder viral que elas têm é algo que tem muita potência e é o meio mais rápido e eficiente de ser conhecido.

É difícil encontrar uma pessoa que não faz uso regular de alguma rede social, atualmente. É uma ferramenta utilizada para conhecer, interagir e nos inspirar em pessoas relevantes para nossa área de atuação, tanto no âmbito profissional, quanto pessoal.

Por isso, se torna cada vez mais comum que recrutadores utilizem as redes sociais para conhecer melhor os candidatos. Elas dão uma pequena amostra do impacto que os seus posts podem ter. Então, tomar cuidado com o que postamos nas redes sociais é uma dica muito importante.

Em qualquer estratégia de marketing pessoal, filtre o que você compartilha nas redes sociais. Não entenda isso como boicote ou freio na personalidade, ao contrário, ser autêntico é algo muito positivo. Mas é básico que você não esqueça que está sendo avaliado.

Pense nas redes sociais como um portfólio do marketing pessoal e responda a essas perguntas:

  • As pessoas gostariam de ver esse conteúdo?
  • Estou postando isso somente para polemizar e ganhar comentários?
  • Esse conteúdo tem valor?
  • As pessoas precisam dessa informação?
  • Pessoas com autoridade no assunto falaram sobre isso?
  • É algo que eu gostaria de ler nos perfis que sigo e admiro?

PASSO #5: Faça networking

Networking pode ser comparado a uma rede social ao vivo. Estamos falando de marketing pessoal e quando falamos nisso, é essencial que você deixe que outras pessoas saibam da sua eficiência e conheçam suas incríveis habilidades de comunicação, liderança e proatividade.

Sem público não existe marketing. Isso quer dizer que se fazer conhecer e notar é a chave mestra para uma caminhada eficiente de marketing. As pessoas são guiadas pelas decisões sociais, ou seja, você precisa que algumas pessoas conheçam seu nome para que outras tenham interesse nele.

Pode parecer óbvio, mas se você não se apresenta para ninguém os seus planos ficam camuflados e, consequentemente, não atingem todo o público em potencial. Fazer networking e criar uma rede de contatos influente pode aumentar a confiança que as outras pessoas têm em relação a você.

Por isso sugerimos que você procure aprender estratégias que tragam retornos e fazer networking, com certeza, é uma atitude mais inteligente, efetiva e menos onerosa. E se sua fraqueza é ser sociável, minha dica é simples: comece!

Procure estar em lugares com pessoas influentes, estude muitos sobre seus planos e eu garanto que esse contato vai fluir com o tempo. Quando somos apaixonados por algo falar sobre o assunto é natural.

Pense nisso e procure compartilhar o seu conteúdo!

Com essas cinco dicas, você consegue ter uma ideia mais sólida do que é marketing pessoal e de como você pode começar a montar a sua própria estratégia e fazer os negócios alavancarem!

Depois, conte para nós como foi!