Por que Branded Content é uma estratégia ótima para marketing?

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Por que Branded Content é uma estratégia ótima para marketing?

A área de marketing é um dos segmentos que passa por atualizações quase diárias. Um exemplo muito bom disso é o Branded Content, essa estratégia trouxe uma solução inovadora para transmitir a mensagem da sua marca aos consumidores.

Aliás, Branded Content se tornou uma estratégia tão importante, que ganhou até uma categoria de premiação oficial no Festival Cannes Lions.

O que é Branded Content?

Branded Content é o conteúdo produzido por uma marca para encantar seu público-alvo e, afinal, vender mais. Para entender o que é Branded Content, vale fazer a tradução do termo.

“Content” significa “conteúdo”, já “Brand” quer dizer “marca”. O Marketing de Conteúdo é uma maneira inovadora de atrair clientes, por meio da criação de conteúdo relevante para a persona. E o branding é todo o trabalho que considera a ótica do consumidor em relação a uma determinada marca.

A tradução livre para “branded content” é “conteúdo de marca”. Isso quer dizer que branded contente é a prática da criação de conteúdo voltada ao estímulo da boa percepção pelos consumidores.

Se você está se perguntando: o que uma marca ganha quando cria conteúdo?

Como falamos lá em cima, o marketing é um dos segmentos que passa por atualizações diariamente, ainda mais atualmente. A publicidade direta como a conhecemos perdeu muito espaço na era digital.

Outdoores, comerciais de TV ou anúncios, cujo o único objetivo é a venda final, são vistos com desconfiança pelo consumidor. Isso aconteceu porque o consumidor não é mais passivo. Com a internet, eles passaram a consumir somente o que eles querem.

Quando os consumidores se tornam mais exigentes, as marcas desenvolvem novas formas de alcançar eles. As empresas criam conteúdo com o objetivo de informar, entreter, educar, auxiliar e se aproximar dos potenciais clientes.

Com o conteúdo que vai auxiliar o consumidor, a organização responsável por oferecer esse conteúdo de qualidade se torna um aliado na hora de resolver os seus problemas.

É uma forma de marketing muito diferente do que era feito no passado, quando os objetivos eram somente voltados para a venda do produto, e isso ficava claro desde o início.

Esse tipo de ação funcionavam muito bem anos e anos atrás, mas conforme os hábitos de consumo vão mudando, a forma de aproximação deve ser sutil e o relacionamento contínuo.

No contexto, a marca, o produto ou serviço deixam de ser protagonistas e tornam-se elementos secundários na produção de conteúdo.

Quais os benefícios que o branded content traz?

Quem é o personagem principal no branded content? Como podemos perceber pelo que já entendemos no tópico anterior, o consumidor deve ser o astro do show e o conteúdo produzido deixa de ter a função primária de vender.

O foco deve ser ajudar seu consumidor. Sempre.

Por quê? É isso que vamos explicar agora, e falar sobre a compreensão dos principais benefícios do branded content.

Lembrança

Ao produzir conteúdo relacionado a uma marca, as pessoas passam a se lembrar dela.

Caso um consumidor receba dicas para a solução dos seus problemas de uma marca, é mais provável que ele se lembra do seu produto na hora que ele precise resolver o problema e adquirir o produto.

Quando sua marca cria conteúdo útil, estreita os laços com o consumidor, as chances de a sua marca permaneça em seu inconsciente são grandes.

Confiança

Um fator muito alimentado pela produção de branded content é a confiança.

Quando você cria conteúdo, a sua credibilidade é fomentada perante seu consumidor. Se seu consumidor estiver em dúvida, um fator pode ser o diferencial entre a venda e a desistência.

Se a sua empresa já ajudou ou entreteu os potenciais clientes em determinado momento, ela sabe que pode confiar e terá maiores chances de fechar o negócio. Isso é muito mais fácil com o conteúdo do que se você trabalhasse apenas com anúncios.

Onipresença

Ninguém gosta de ser interrompido. Estamos passando por um momento onde o consumo de conteúdo é contínuo. A perda de alguns segundos pode afastar o consumidor.

O Branded Content é uma forma de marcar presença, sem invadir o espaço do internauta. Quando mais conteúdo você cria, maior alcance você tem dentro da internet. Posts em blogs, vídeos nas redes sociais, podcasts, apresentações de slides, ebooks, infográficos, entre outros…

Assim, você estabelece a onipresença da marca nos meios digitais.

Como trabalhar Branded Content?

Existem muitas maneiras de trabalhar com branded content. A primeira coisa que você precisa ter em mente é justamente que: não existem limites ou regras quando se trata desse assunto.

Você precisa ser criativo. Inove.

Também é interessante é válido utilizar alguns padrões e aprendizados para minimizar os erros. Vamos ver alguns métodos utilizados por quem já alcançou bons resultados com ações de branded content.

Incluir sua marca sutilmente

Ações de branded content não colocam o produto como centro das atenções. Não adianta criar peças de conteúdo que não remetam ao que você vende em momento algum.

Um exemplo de branded content muito bom é o da marca japonesa Sakeru Gummy. Mesmo criando uma propaganda paga que visa realizar vendas, o produto nunca é o foco.

A marca criou uma série de comerciais, conta a história de um casal e uma suposta traição. A grande jogada é que o doce (espécie de goma de mascar) é inserido na história de maneira única.

Com isso, o espectador não tem a impressão de estar sendo apresentado a um produto, mas participando da história.

Alinhar o tema com seu público

Um erro muito comum que muitos profissionais cometem, está relacionado à sua abrangência de audiência.

Afinal, com o mercado cada vez mais concorrido, ampla divulgação de conteúdo e múltiplos públicos, as pessoas querem personalização. A época onde criar conteúdo para quem for já passou.

Hoje, é necessário se posicionar.

Para se posicionar de maneira com que seu público se identifique com sua posição, é necessário desenhar uma persona, o personagem que representa o seu cliente ideal. Ao trabalhar com nichos e criar conteúdo voltado a quem realmente tem potencial para tornar-se leal, você está alimentando um relacionamento.

Assim, você representa seu público e têm maiores chances de se engajarem.

Adapte os canais de comunicação

Não adianta você criar vídeos longos e de alta qualidade, se sua persona não tem tempo para assistir vídeos, você não vai conseguir alcançar um bom números de pessoas.

Pense em adaptar seus canais de comunicação para a sua persona, que será sua audiência. Você não pode criar conteúdo e esperar que a sua audiência se adapte a ele, você que deve descobrir o formato ideal para sua audiência.

Qual a diferença entre Branded content e Marketing de Conteúdo
Branded Content pode ser parecido, mas não é igual a Marketing de Conteúdo

Qual a diferença de Branded Content e Marketing de Conteúdo?

Sim, eles são muito parecidos e bebem da mesma fonte, porém, Marketing de Conteúdo e Branded Content não são exatamente a mesma coisa.

Mas a maior diferença entre as duas estratégias estão no objetivo.

Marketing de Conteúdo é uma estratégia que tem como principal função a levar o usuário a realizar determinadas ações.

Por exemplo, quando você cria um blog post, deseja que o visitante encontre seu conteúdo no Google e se inscreva na newsletter ou faça o download de um e-book.

O mesmo vale para uma personagem de e-mail marketing, já que tem a finalidade é fazer com que o destinatário clique em um link ou assista um vídeo.

Por isso, que a estratégia se insere tão bem na metodologia de funil de vendas dentro do Inbound Marketing. E aponta as direções que o consumidor deve seguir até realizar uma compra.

O Branded Content tem como intuito de transmitir uma imagem positiva da marca. Se o Marketing de Conteúdo é uma engrenagem em meio a um sistema que têm como função transformar um usuário em cliente. Já o Branded Content quer fixar o nome da marca em sua mente.

Colocando em outras palavras: torna-la memorável, reconhecida. Inserir a marca como parte da vida do consumidor. Acima disso, fazer com que as pessoas gostem da marca e fazer com se identifiquem com ela.

Por isso, o Branded Content é frequentemente associado às histórias que a marca conta, o que nos leva ao seguinte tópico…

Storytelling e Branded Content
Criar narrativas e contar histórias é muito comum no Branded Content

Qual a relação entre Branded Content e Storytelling?

O Storytelling é muito conhecido no Brasil como a arte de criar narrativas e contar histórias.

A criação de narrativas e contar histórias é um dos métodos mais eficientes para que as pessoas compreendam e fixem informações. Quando contamos uma história, criamos formas dos nossos potenciais clientes se identificarem com as marcas.

Desde os primórdios, o homem é fascinado por histórias.

A imaginação do ouvinte cria asas e, com isso, o conteúdo é mais absorvido e mais memorável.

As histórias seguem padrões. E as técnicas criadas ao longo dos tempos para engajar quem as escuta, damos o nome de storytelling.

Por isso, o storytelling se encaixa muito bem com o Branded Content. Ainda mais, porque as histórias capturam e retêm atenção como nenhum outro método.

Agora, vamos a exemplos de Branded Content que deram certo.

Cases de Branded Content: as estratégias que deram certo!

#1 LEGO

Branded Content LEGO
A marca LEGO é um dos cases de sucesso de Branded Content

A LEGO é uma das empresas pioneiras na criação de Branded Content. Em 2015, a empresa foi reconhecida como marca mais valiosa do mundo, pela Brand Finance, uma das mais importantes consultorias de negócios ao redor do globo.

Ao contrário do que pensamos logo de cara, isso não teve a ver com dinheiro nos cofres dos representantes da corporação. A LEGO é valiosa por conta da percepção que os consumidores têm da marca.

Sim, em outras palavras, o famoso branding.

Um dos motivos pelos quais todo mundo ama LEGO, é porque durante muitos anos a organização bebeu nas águas do branded contente. As parcerias de sucesso que a marca fez com franquias famosas, como: Senhor dos Anéis, Harry Potter, Star Wars, Jurassic Park, Marvel e DC.

E o quadro da empresa, que não estava indo bem, mudou com o lançamento do filme “The LEGO Movie”, mudou o quadro e passou a crescer.

O filme foi considerado por muitos especialistas como “a maior peça de branded contente já criada”.

#2 Netflix

Branded Content case Netflix
A Netflix revolucionou o entretenimento e fez uso do Branded Content

A Netflix é o serviço de streaming que revolucionou o ramo do entretenimento tem muitos exemplos de branded content. E um dos maiores dele aconteceu na obra “Black Mirror: Bandersnatch”.

Com uma experiência inovadora, o espectador toma decisões que interferem diretamente no rumo da história transmitida na tela. Com uma sacada genial, ocorre a metalinguagem, e os personagens começam a se dar conta que estão em um programa da Netflix.

Foi uma maneira muito interessante e inédita de fortalecer ainda mais o poder da marca e utilizá-la como recurso narrativo.

#3 Red Bull

Red Bull case branded content
A Red Bull é um case de sucesso do Branded Content

Um dos casos mais admiráveis de uso do branded contente vem da marca de bebidas energéticas Red Bull.

Eles produzem conteúdo para empresa e é quase uma experiência por si só. Com isso, os valores da marca coincidem com os dos seus consumidores. Já que, quem gosta de bebidas energéticas, também gosta de esportes e de riscos.

Uma ação que é a mais impactante da marca Red Bull, foi a gravação e a transmissão do salto do paraquedista e base jumper Felix Baumgartner, que pulou de uma altura de 39 mil metros, diretamente da estratosfera.

Dentro do vídeo, a marca aparece em todos os momentos, inclusive na roupa do paraquedista.

Você já aplica Branded Content na sua estratégia de Marketing Digital? Se sim, conta pra gente como está sendo. Se não, considere aplicar essa estratégia!