Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Lista de compras – PDV

Lista de compras: o PDV interfere na hora da compra?

Já percebeu alguma vez que você foi ao mercado, e mesmo com uma lista de compras definida em mãos, acabou levando alguns produtos a mais? Pode ser por conta do preço, aproximação dos produtos que já ia adquirir (foi comprar macarrão e acabou levando queijo ralado ou molho de tomate, por exemplo) ou até mesmo de forma “inconsciente”? 

Essas compras “inconscientes” são, na verdade, um artifício do planejamento de Merchandising e otimização de ponto de venda. Vamos contar um pouco mais sobre as técnicas usadas para atrair a atenção no PDV e como elas podem incentivar o seu consumidor.

  • Pirâmides e formas triangulares:

Um dos formatos que podemos organizar os produtos no PDV é o triangular ou piramidal. Este formato direciona o olhar do cliente a um único ponto focal (o topo, onde você coloca o produto principal a ser destacado).

  • Regra de três:

O olho humano é sensível ao desnível, a irregularidade e às formas fora de “encaixe”. Uma boa estratégia que pode ser usada é a regra de três, que se trata de posicionar três produtos em alturas ou posições irregulares, chamando assim a atenção do consumidor por meio do “movimento” que o PDV passa.

  • Estratégia Sensorial:

Este formato de estratégia de ponto de venda é muito bem aceito pelo público quando feito da forma correta. Ele parte do princípio de ativar alguns dos 5 sentidos do consumidor, o que leva à aquisição do seu produto. Por exemplo, quando você passa em frente a uma loja de perfumes e sente um cheiro agradável que induz a entrar no estabelecimento ou, até mesmo, quando você encontra amostras de tecidos quando vai comprar um tapete.

pdv criativo e lista de compras
Lista de compras – como o pdv interfere na hora da aquisição
  • Utilize a tecnologia a seu favor:

Já pensou em desenvolver uma inteligência artificial e oferecer para o consumidor que vai comprar um salgadinho, outros acompanhamentos? Quem sabe, agregar valor com um aplicativo que mostra como a tinta vai ficar na parede da casa dele? Tudo isso já é possível com as tecnologias agregadas aos PDVs. Pense em formas criativas de associar tecnologia com seu ponto de venda e leve um retorno maior para a sua empresa.

  • Observe o estabelecimento como um todo:

Algumas empresas pecam nesta parte pois fica muito mais difícil de atrair o público se você criar um ponto de venda criativo no pior lugar do estabelecimento (local frio). Observe quais são os pontos quentes do estabelecimento, como as pessoas interagem, onde elas direcionam o olhar. Depois de ter feito essa análise, estudar as possibilidade e planejar a melhor forma de atingir o público, aí sim você pode começar os preparativos efetivos do seu ponto de venda.

  • Crie caminhos – Facilite para o cliente:

Imagine um cenário onde o cliente acaba de entrar no estabelecimento e logo nos dez primeiros passos dele na loja, encontra pegadas no chão. Isso desperta a curiosidade, faz com que ele “siga” as patas até chegar em um PDV de ração para algum pet.

Neste caso, você direcionou o cliente diretamente ao seu produto. Essa estratégia pode ser usada com adesivos, banners, setas e tudo que sua imaginação permitir e ainda é uma ótima escolha caso o seu PDV fique em partes frias do estabelecimento;

como o pdv interfere na lista de compras
Como o PDV interfere na lista de compras
  • Disposição de cores:

Pensando na teoria das cores aplicadas ao seu produto e sua identidade visual, aproveite a melhor disposição de cores, crie pontos focais com tons mais fortes e produtos de fundo com cores mais opacas para dar impressão de profundidade. Pense em cores chamativas como amarelo, vermelho, tons de azul ou até mesmo de verde. A teoria das cores funciona muito bem se aplicada com a estratégia de marketing sensorial. Uma ótima estratégia para aumentar a lista de compras do seu cliente!

  • Pense em chamadas para ação (CTAs):

Em algumas ocasiões, o cliente quando chega no seu PDV ocorre de ainda não ter a real intenção de compra formada, mas se conseguiu atraí-lo até perto do seu PDV e conquistou a atenção dele, você já está a poucos passos de conquistar a venda. Agora é a hora de incentivá-lo com CTAs como “Leve agora”, “Compre o seu”, “não perca”… Acione o subconsciente do seu potencial cliente!

  • Promoções:

Quem resiste a uma boa promoção? Pense em oferecer algo como “compre 1 e leve 2” “50% de desconto no segundo produto” “A cada 50 reais em compras, leve xxxxx de brinde”. Além desse formato você também pode criar promoções DE/POR como, por exemplo “De R$349,90 Por R$249,90”. Analise as condições que possui para dar de oferta e aproveite o engajamento em seu ponto de venda;

  • Venda casada e Packs:

Se você trabalha com chocolate em pó, deve pensar em montar um ponto de venda próximo as embalagens de leite, assim você direciona a mentalidade do consumidor à compra por impulso ou a compra não planejada. Outro ponto interessante de se pensar é sobre venda de produtos casados, um exemplo bem simples é o pacote de Shampoo que vem com o condicionador, da pasta de dente que vem com escova etc;

  • Saia do Clichê:

A ideia aqui é pensar fora da caixa, otimizar a visibilidade, trazer inovação. Imagine um PDV em formato de carrossel, roda gigante, um carro formado por latas de molho de tomate… As possibilidades são infinitas. Parece surreal, mas para chamar atenção você precisa ser criativo e sair um pouco dos modelos de PDV padrão. Use a imaginação (mas não perca o foco)!

As estratégias que citamos neste post podem ser usadas por diversos nichos, e todas elas, se bem planejadas, podem gerar uma rotação alta dos seus produtos dentro do PDV, incentivar a venda e melhorar a imagem da sua marca para os consumidores! 

Para atrair mais público e fechar o ciclo AIDA (atração, interesse, desejo, ação) você ainda pode fortalecer a sua estratégia de merchandising com um planejamento de marketing aplicado a sua empresa. 

As duas áreas precisam andar em extrema sintonia para gerar o sucesso do seu negócio! Se quer ajuda neste processo, conte com a Thatto Comunicação, nós auxiliamos você desde a criação da sua marca até o fechamento dos seus clientes! Gostou do conteúdo? Compartilhe conhecimento!