Como um PDV Criativo faz a diferença!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Como um PDV Criativo faz a diferença!

Você já passou pela seguinte situação: estar caminhando no supermercado, viu uma promoção em destaque e se lembrou de que precisava levar aquele produto para casa?

Se já passou por essa situação, então já consegue entender um pouco mais sobre o poder da estratégia dentro do estabelecimento. Na hora de expor o produto, um pdv criativo faz toda a diferença!

Dentro do Trade Marketing, é comum trabalhar esses gatilhos. Hoje, vamos falar sobre como melhorar a exposição de produtos por meio de estratégias no PDV.

Não há nenhuma regra básica na hora de expor produtos dentro de uma loja. Aliás, cada uma tem sua especificidade, tipos de operação e estratégia.

Porém, quando falamos de alguns princípios básicos, eles podem ser fundamentais para engajar seu shopper e aumentar suas vendas! Essa é a diferença quando estamos dentro de um pdv criativo, ele mostra uma opção convincente para o consumidor.

Buscamos ir além da execução. Não apenas nos pontos-extras ou disposição dos produtos nas gôndolas. Se você quer garantir que a exposição do seu produto seja perfeita, então sabe que o trabalho começa muito antes: lá no backoffice.

Dentro do backoffice, o planejamento determina qual produto que vai funcionar para o shopper. Além disso, também define onde ele será exibido.

estratégia no pdv com material impresso

Exibição de produtos no PDV

É comum nos depararmos com ideias brilhantes e diferentes. Porém, só pensam no produto em si. Além de avaliar o perfil e comportamento do shopper, o trade já pensa como o produto será exposto, qual seu ponto natural dentro do estabelecimento, o que falta na embalagem para ser mais eficiente, entre outros.

Se sua equipe de marketing desenvolve uma embalagem moderna, colorida e bonita para uma escova de dentes ou para um amendoim crocante, mas sem corte para encaixar o produto em um gancho. Só que não pensaram que o ponto natural desse produto é na gancheira.

Desse jeito, o produto pode ser o melhor do mercado, espetacular, mas por conta de uma defasagem na embalagem, perde atenção no PDV. Com isso, você perde vendas e sofre prejuízo.

Além do dinheiro, que poderia ter economizado, também terá que informar a equipe, fazer um treinamento específico sobre as embalagens.

Conclusão: você vai acabar gastando, com certeza, mais tempo e dinheiro na hora da confecção.

Produtos, finalidades e temas

Na hora de definir onde seu produto tem que ficar, é preciso avaliar o shopper, nessa hora alguns fatores devem ser levados em conta para tal.

  • Como ele vai usar seu produto?
  • Com quais outros produtos ele pode ser relacionado?
  • O que vai ser o fator decisivo na hora da compra?

Em algumas situações, o mesmo produto estará disponível em duas gôndolas bem diferentes, fora de seu ponto natural. É interessante sempre pensar em alternativas para aumentar a visibilidade dele dentro do ponto de venda, por meio de estratégia no PDV.

Um bom exemplo é: uma esponja. Geralmente o item está ligado à louça, limpeza, próximo a detergentes, sabão e outros artigos de faxina.

Porém, se tivéssemos uma esponja específica para espetos e grelhas? Esses utensílios ficam muito engordurados e não são fáceis de limpar. Ele ficaria no mesmo local que as outras esponjas comuns?

Então, não. Por que? Porque estamos falando de outro shopper. Nesse caso, se ele ficar exposto apenas no ponto natural dele, irá perder visibilidade. Talvez, passe despercebido pelo consumidor.

Mas, se pensarmos de outra forma. Colocando a esponja junto ao carvão, utensílios de churrasco, grelha e etc? Ganha uma outra forma de atenção do seu shopper, com um pdv criativo.

Essas ideias pequenas, mas que fazem a diferença são essenciais para o sucesso de um produto. Quando ele é lançado com um planograma ideal e uma forma de exposição de alta visibilidade. Muitas vezes, o produto acaba sendo descontinuado. Pode ser bom, mas tem baixa visibilidade, por isso trabalhar com a criatividade no PDV é tão importante!

estratégia no pdv de exibição de produto

Tecnologia a favor

Como avaliar todos esses pontos? Como entender se o plano de divulgação está funcionando? Como ter certeza do que os concorrentes estão fazendo e tomar ações rápidas?

É importante reunir dados para avaliar o trabalho que está sendo realizado. Se não, você está trabalhando apenas com tentativa e suposição. Use ferramentas de monitoramento e gestão de trade marketing. Elas podem auxiliar a ter uma ideia e medir se os esforços estão gerando os resultados ideais.

Alguns motivos para usar tecnologia como aliada do trade são:

  • Gerenciamento de centenas de promotores de vendas espalhados pelo Brasil;
  • Maior eficiência na hora de divulgar informações para a equipe;
  • Acompanhar as suas ações e as da concorrência;
  • Pesquisa de preço e ruptura;
  • Cobertura do roteiro;
  • Mensuração dos resultados.
  • Negociando com o Varejo

A forma como seu produto é exposto, infelizmente, não depende somente de você. Ela também depende do varejista, aliás, na maior parte dos casos são eles quem decidem. Então, negociar e ter um relacionamento com o dono do ponto de venda é essencial.

Todo o planejamento sobre a exposição do produto dentro do PDV só será possível se a estratégia com determinado SKU progredir. Algumas particularidades podem ser determinantes para dizer se a melhor saída para o produto seria em um ponto extra ou na ponta da gôndola, por exemplo.

Como quase tudo no trade, a negociação também varia, ela vai de acordo com o interesse do cliente em trabalhar os itens.

Quando os interesses estão alinhados, é possível expor da maneira planejada pelo backoffice. Mas, quando existe muita concorrência, geralmente a negociação passa a ser mais específica.

Essas são algumas dicas de como montar um planejamento para divulgar seu produto dentro da loja. Trabalhar com um PDV criativo é essencial para entender como funcionará a divulgação do seu produto. A visibilidade dele dentro do ponto de venda vai determinar se o produto é sucesso ou não.

Gostou do texto? Veja mais aqui!